Eu, Natan de Lima França, entrevistei Francisca de Souza Melo no dia 22 de outubro de 2020. Negra, moradora do bairro periférico Calafate, Francisca Melo possui sete filhos e se reconhece como “dona do lar”. Em seu relato, demonstrou forte apego religioso e salientou que, apesar das dificuldades, ela e sua família encontram-se bem. Nascida na capital, tem quarenta anos de idade e diz que a relação com seus filhos sempre foi boa. Uma delas, inclusive, durante a pandemia casou-se e teve de sair de casa.

Maternidade. Pandemia. Isolamento. Organização. Fé.

Francisca Melo é casada e as tarefas domésticas são divididas entre o marido e os outros seis filhos que ainda moram ela. Em suas palavras “cada um trabalha fazendo as coisas em casa”, uns ajudam na limpeza interna, outros na lavagem de louça suja. Assim vão organizando-se durante esta pandemia histórica: através da cooperação.

Contudo, nem sempre foi assim. Em um primeiro momento a entrevistada diz que logo que soube da pandemia, ficou extremamente preocupada e apreensiva. Muitos de seus filhos ainda são pequenos, e os cuidados com as crianças tornou-se, logo, sua maior atribulação.

“Essa pandemia tem sido difícil pra todo mundo. Não é fácil. Graças a Deus, Jesus está nos protegendo e nos guardando. Tem sido muito ruim você não poder abraçar os irmãos… Jesus tem dado graça para suportarmos tudo isso, para viver. Eu estou muito bem, graças a Deus. Eu sou grata pela minha família inteira estar bem, minha mãe, meus irmãos… Minha relação com eles nesta pandemia tem sido muito boa.”

Neste trecho podemos perceber o relato de uma mãe que precisa ter fé. Durante a entrevista, dona Francisca Melo deu indícios de já ter passado por muitas dificuldades. Sua fé, no entanto, vem para somar e lhe fortalecer nesta jornada pandêmica. O seu bairro é um dos mais afetados pelo novo coronavírus. O número de casos vem crescendo, o uso de máscaras nas ruas foi deixado de lado, e muitas famílias carentes apegam-se na pouca fé que lhes resta.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *